terça-feira, 20 de novembro de 2018

Salve o 20 de Novembro - Dia da Consciência Negra


Imagem de Arnaldo Sete

Por Renato Motta

Hoje celebra-se o dia da Consciência Negra no Brasil e em algumas cidades é feriado instituído como data magna e comemorada culturalmente em diversos espaços.

Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares que ficava na Serra da Barriga, província de Pernambuco, e que hoje pertence ao Estado de Alagoas.

A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pelo seu papel histórico contra a escravidão, no período do Brasil Colonial.

O Batuque é uma das heranças culturais dos povos das nações, trazidos de África.

Através dos ritmos, cantos e dança, era possível manter viva a cultura e os laços com a distante terra natal.

Era resistência, a ligação com os antepassados e que projetou nossa diversidade do futuro.

O Maracatu figura como um dos legados destes povos à nossa identidade, assim como o Samba, o Congo, o Jongo a Capoeira, dentre tantas outras representações.

O Batuques de Pernambuco, em cada atividade, em cada trajeto percorrido pelas ladeiras de Olinda, em cada movimento de mãos que rufam as alfaias, no agbê que flutua pelo ar, em cada batida tocada pelos batuqueiros, nesse ritmo que ecoa pela cidade.

Ali está a africanidade sendo lembrada e reverenciada pelo nosso grupo, dentre tantos outros de Pernambuco.

Palmares ficou na história como o marco territorial desta luta.
Zumbi, como líder e guerreiro, após sua morte, passou a figurar como ícone de resistência à escravidão.

Salve Zumbi dos Palmares!
Sua luta e sua resistência!
Sua memória e sua história!!!
Salve o Dia da Consciência Negra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário